A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD/SES-SP), planejou uma série de medidas para orientar profissionais da área sobre o atendimento aos casos de influenza no Estado de São Paulo. Uma das ações foi a realização de videoconferência para médicos da rede pública e privada apresentando o Protocolo e Fluxo de Atendimento para os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no estado de São Paulo. Os documentos técnicos foram desenvolvidos por médicos infectologistas do Hospital das Clínicas da FMUSP.

A solução tecnológica que permite oferecer formação a distância e um maior alcance da informação integra o projeto Saúde em Rede, que tem o apoio da área de Gestão de Tecnologias em Educação, da Fundação Vanzolini.

A videoconferência foi transmitida, ao vivo, pelo Canal Vigilância em Saúde em Pauta do YouTube e teve a participação de Marcos Boulos, coordenador de controle de doenças do estado de São Paulo , além de outros especialistas que responderam a perguntas enviadas pelo público. “O objetivo da Coordenadoria de Controle de Doenças é se antecipar a uma possível epidemia de casos de gripe que pode ocorrer com a chegada do inverno e a maior circulação dos vírus influenza”, informa Marcos Boulos.

Para conhecer outros projetos da GTE, acesse aqui.