Desde que foi criado, o Programa tecReg já produziu aproximadamente 6 mil horas de transmissão e registrou a participação de mais de 200 mil pessoas. Apoiada por mídias interativas, metodologia inovadora, didática e comunicação, a rede de videoconferências tecReg faz tudo acontecer simultaneamente. Enquanto centenas de agentes de saúde de diferentes regiões do Estado de São Paulo recebem orientações sobre o combate à dengue, servidores do Estado participam de seminário de inovação em gestão pública por rede e policiais civis do interior e da capital paulista discutem sobre violência doméstica, ao vivo, com especialistas. Oferecer capacitação sem que o funcionário tenha que deixar o seu posto de trabalho e tornar a comunicação entre órgãos públicos e servidores mais eficiente são alguns dos objetivos do Programa tecReg.

Instituído em 2009 pelo Governo do Estado de São Paulo e coordenado pela Fundação do Desenvolvimento Administrativo – FUNDAP, o Programa tecReg foi implantado com o apoio operacional da Fundação Vanzolini/GTE, responsável também pelo desenvolvimento do modelo de gestão e operacionalização do sistema. A rede tecnológica é composta por quatro estúdios e polos espalhados estrategicamente pelo interior paulista, com uma estrutura capaz de receber a presença simultânea de mais de 3 mil pessoas. Os recursos e soluções tecnológicos são compartilhados pelas Secretarias da Saúde, da Administração Penitenciária, da Fazenda, do Planejamento e Gestão, da Segurança Pública (Acadepol) e também utilizados por diferentes órgãos do governo, como Detran e Escola de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo – EDESP.

Menor custo e mais eficiência: arquitetura tecnológica que possibilita interação entre videoconferencista e público.

Em 2010, a coordenação do Programa tecReg realizou um estudo validado pela Unidade de Desenvolvimento e Melhoria das Organizações, ligada à então Secretaria de Gestão Pública, que estimou em 80% a economia do Estado de São Paulo em deslocamentos e diárias para atividades de capacitação e gestão.

As possibilidades oferecidas vão de videoconferências, cursos, seminários, capacitação em serviço, reuniões de emergência e outras modalidades. Para cada necessidade é possível desenhar a solução mais adequada de atendimento aos servidores paulistas. A tecReg permite interação ao vivo com os participantes espalhados pelas várias regiões do Estado. Um formato que proporciona eficácia de resultado e chega a surpreender os palestrantes que vêm de fora do Brasil, como é o caso de Phillip Gold, especialista britânico em Segurança Viária, que realizou uma palestra, com interação, ao vivo, entre os participantes de vários pontos do Estado. Assista ao trecho da fala de Gold.

Assista ao vídeo sobre a tecReg

Saiba mais sobre o trabalho da FCAV/GTE  na tecReg